Posted by: joanaalvesfrancisco | December 3, 2011

Santa Teresa e Lapa

Hoje vou contar-vos um pouco sobre o passeio no bairro de Santa Teresa, onde conheci a Catarina e o André, dois dos meus novos amigos aqui do RJ. Ambos são portugueses: a Catarina veio procurar emprego e tentar a sua sorte e o André está de Erasmus durante 1 ano.

Santa Teresa

É um passeio muito agradável com vistas maravilhosas, ideal para um dia de Primavera. Preparem-se para subir e descer porque as ladeiras são muito inclinadas. Há muitos taxis que não aceitam como destino Santa Teresa, com receio de avariar o automóvel de tão íngremes que são as ruas.

Subimos de onibus para evitar o moto-taxi (um grupo de moços de aspecto algo suspeito em cima de umas motos que parecem saídas dos anos 80). É uma zona menos luxuosa da cidade, sem a riqueza evidente da Barra ou da Zona Sul mas com um encanto muito especial, preferido pelos artistas desde o século XVIII. Tem uma atmosfera muito própria que preserva elementos arquitetónicos e culturais da história do Rio Antigo. Os bondes, que de momento estão parados devido a alguns acidentes, foram durante muito tempo a principal atração de Santa Teresa.

Ao cimo das ladeiras inclinadas é possível ter várias panorâmicas sobre o centro da cidade, o mar, o Cristo Redentor, as montanhas, a Urca… A melhor vista é sem dúvida no cimo do Parque das Ruínas, o ex-Palacete Murtinho Nobre, foco da vida cultural carioca até meados do século XX.

Vista desde Parque das Ruínas

Centro da cidade

Seguimos para a Escadaria Selaron que desce até à Lapa, com uma arquitetura muito original e colorida. É constituída por centenas de azulejos com motivos diversos, desde Equipas de Fútebol até elementos característicos de várias cidades do mundo, poemas ou paisagens e elementos decorativos portugueses. Ao descer, desembocamos no bairro da Lapa, com os seus Arcos tão característicos.

Escadaria Selaron

Arcos da Lapa

Tanto Santa Teresa como a Lapa são bairros muito animados e repletos de vida noturna. Bares, festas de forró, sambinha, feirinhas hippie e outros eventos podem constituir uma opção mais acessível e descontraída para quem não quer gastar balúrdios em festas. O Rio de Janeiro é uma cidade cara e para sair à noite sem deixar um salário mínimo português é necessário encontrar alternativas.

Mais informação sobre Santa Teresa.


Responses

  1. Muito bonitas as fotos!🙂


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: