Posted by: joanaalvesfrancisco | January 10, 2012

Campanha do Metro de Madrid considerada publicidade enganosa

Muitas vezes estamos na presença de publicidade enganosa e não nos apercebemos. No entanto, no caso da última campanha do Metro de Madrid foi bem evidente, o que fez com que os usuários se revoltassem e tomassem algumas atitudes.

Tudo começou no passado Agosto, quando o bilhete simples do metro aumentou de 1€ para 1,5€, ou seja, um incremento de 50% no preço. Quatro meses depois, a empresa pública madrilenha lançou uma campanha publicitária na rede do metro e bocas de acesso com o conceito “Mais por Menos”, a qual afirma não ter qualquer relação com a subida do preço do bilhete.

Podemos encontrar criatividades com mensagens que evidenciam que “Não encontrarás outro Metro no mundo que te ofreça tanto por tão pouco”; a qualidade da cobertura da rede do metro, com grande número de estações e kilómetros de linha; e a que despoletou mais críticas – uma comparativa entre o preço do bilhete simples em Madrid com outras capitais europeias.

De facto, ninguém pode negar que o Metro de Madrid é dos melhores do mundo (para mim é o número 1). A rede é ampla e cobre toda a cidade e a manutenção a nível de instalações e limpeza funciona perfeitamente. Quando há incidentes proporcionam-se transportes terrestres alternativos para os usuários. Pessoas de todas as classes sociais e idades utilizam o metro para se deslocar, evitando o trânsito infernal.

No entanto, esta campanha comparou o preço do bilhete em Madrid com cidades que proporcionam níveis de vida bem mais altos e salários mínimos muito superiores, além de serviços específicos de alguns desses Metros como combinações com outros transportes públicos, facilidades para jovens e benefícios em termos de horários (horários mais amplos, horários grátis, etc.). Estabelecendo uma comparação que atenda a esses fatores, o bilhete simples em Madrid é o que representa uma porcentagem mais alta relativamente ao salário mínimo nacional.

Os usuários não permitiram que isto passasse impune e acrescentaram informação escrita nas criatividades, prepararam autocolantes e ainda criaram uma petição online para que todos possam assinar em contra de esta campanha – por cada assinatura, envia-se automáticamente um email ao organismo de “Autocontrol” da Publicidade em Espanha, alegando que esta campanha constitui uma infração à “Lei Geral da Publicidade”, ao “Código Civil” e à “Lei da Concorrência Desleal” – Cesse da difusão da campanha do Metro de Madrid por ser publicidade enganosa.

Mais informação na notícia do El País.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: