Posted by: joanaalvesfrancisco | January 19, 2012

Adeus jornal! Olá Twitter!

Esta semana comecei finalmente a explorar a minha conta de Twitter. Apesar de já a ter criado há algum tempo, decidi deixar de ser uma usuária inactiva, para passar a pertencer às estatísticas dos usuários ativos – 100 milhões, dentro de quase 500 milhões de contas registadas nesta rede social, segundo o jornal espanhol ABC. Uma falha inaceitável para uma analista de Marketing Digital!

Sem dúvida que o que mais me surpreende no Twitter é o caráter instantâneo das mensagens de 140 carateres e a capacidade informativa desta rede social. Podemos acompanhar toda a informação que desejemos em tempo real, desde jornais, campanhas de publicidade, artistas favoritos, ou até mesmo revoluções. Basta ter em conta quem e o que seguimos, os hashtags e os trending topics.

Twitter foi criado há 6 anos na cidade de São Francisco, California, e desde então tem apresentado uma tendência evidente de crescimento, tanto em usuários como em valor, sem esquecer (é claro!) a evolução paralela das novas tecnologías e dos smartphones. Até já foi escrito “The Twitter Book”, por Tim O´Reilly  e Sarah Milstein, onde destacam 3 benefícios da social network:

  1. Conexão ligeira mas com muito significado entre familiares e amigos
  2. Partilham-se comentários sobre algo que nos preocupa ou do qual temos experiência
  3. Twitter é um jornal global com notícias em tempo real
  4. Uso da rede social para ler a mente e para saber em que pensam as pessoas, quando pensam e quantas pensam

O Twitter representa também uma via de negócio para as empresas estreitarem laços com os clientes e sócios e, simultaneamente, uma ameaça, devido à facilidade de colocar informação negativa sobre determinada pessoa ou empresa. Além disso, no Twitter gera-se uma hierarquia definida pelo número de “seguidores” e “seguindo”, isto é, quanto maior for o número de seguidores, com diferença significativa do número de “seguindo”, mais autoridade tem a conta. Também há que ter em conta o número de retweets e menções.

Com tudo isto, podemos fácilmente aperceber-nos de que não é por acaso que os meios de comunicação tradicionais entraram em crise. A era da televisão, dos jornais e das revistas em papel acabou, para dar lugar a uma era muito mais tecnológica e instantânea, onde podemos fácilmente filtrar o tipo de informação que nos chega. Com a aplicação do Twitter para Blackberry, atualizar-me sobre o que se passa no mundo é tão simples quanto conectar-me e ler os tweets! E ainda tenho direito a informação específica sobre todos os temas que me interessam (fotografia, moda, etc. etc.).

Deixo-vos uma notícia do jornal espanhol “La Razón”, na qual eu participei quando trabalhava numa agência de publicidade online.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: